A Coluna – Beautiful

O resumo do resumo da história é mais ou menos o seguinte. Imagine uma garota animada e talentosa, que estuda piano para tocar os clássicos. Imagine então que ela não queira tocar os clássicos. Sua mãe quer. O que ela quer é compor. Assim, como um Cole Porter, um Gershwin. E que ela componha. E tenha uma pastinha com suas partituras e convença a mãe a deixá-la mostrá-las a um editor, dono de gravadora. E que suas canções conquistem de primeira. E que ela conheça um cara bonitão e que fique grávida e se case e que tenha uma filha aos dezessete. E que esse cara bonitão saiba escrever letras bonitas. E que os dois passem a fazer canções juntos. Canções como esta aqui. Ou quem sabe esta.
Imaginou?
Deixe-me seguir então um pouco mais.
Imagine que o bonitão seja um cara complicado e que os dois se separem. E que ela também passe a escrever as próprias canções. Tipo esta aqui. E. Apesar de tudo. Apesar de ser apenas uma garota que queria escrever canções bonitas, ela se convença a cantar. E que diabos cante bem à beça. E então resolva fazer um disco. Não qualquer disco. O disco. O disco de uma mulher que mais tempo ficou no primeiro lugar nas paradas americanas. Um disco com doze canções perfeitas. Um disco como este.
Está bom?
Bom esse é o resumo do resumo da trajetória de Carole King. O resumo do resumo de sua vida transposto para o palco no belíssimo musical “Beautiful”. Uma sorte para quem viu e a certeza de que ser contemporâneo dessas canções fez a vida ser melhor.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: