A Coluna – Homens em crise

O sueco “Força Maior”, em cartaz no país, utiliza-se do inimitável nonsense escandinavo para tratar de um tema recorrente nas revistas femininas, nos consultórios de psicólogos, nos bares, enfim, no mundo atual: o que está acontecendo com os homens, com o macho da espécie humana? O filme de Ruben Ostland irá valer-se de uma situação patética – a reação covarde de um pai diante de uma quase tragédia – para investigar  a dificuldade de se manter determinados papéis que por séculos se associou à masculinidade. O pai herói, fixado pela cultura, fracassa terrivelmente ao tomar consciência da distância entre suas práticas e seus impulsos. Toma consciência, sobretudo, de que numa sociedade em que homem e mulher se equiparam, o crédito secular das outorgas patriarcais deixa de ser fato para repetir-se como farsa. Hoje, o lugar do homem é mais uma concessão feminina do que uma imposição cultural.

Até na Casa Branca

A terceira temporada de “House of Cards”é a mais fraca do seriado da Netflix. A força destruidora de Francis Underwood funciona melhor nas penumbras do Congresso do que na excessiva exposição do executivo. Underwood, esse personagem dúbio e movediço, já pode intuir o que lhe reserva a quarta temporada. Cercado de mulheres que querem sua cadeira, irá encontrar em sua Claire – feita à sua imagem e semelhança – uma inimiga íntima. Enquanto o tabuleiro político se mistura ao embate doméstico, uma pergunta paira resistente: quem é inventor, quem é inventado?

Tudo pode dar certo

Se a vida é uma invenção, como gosta de dizer Ferreira Gullar, um recorte de sentido em meio ao caos, cabe a cada um inventar seus dias. Cabe a cada um inventar o papel que quer nesta vida é o que diz o delicioso “Tudo pode dar certo”, um Woody Allen que melhora a cada nova exibição. Inventar a própria história, evitar papéis pré-definidos, desviar-se das fantasias sobre si, não aceitar imposições externas, negociar relações antigas, fazer o que for preciso, afinal, antes do último badalar do sino, esta é uma história que escrevemos e contamos apenas a nós mesmos.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: