32a. Bienal de Arte de São Paulo

Se fosse chamado a comparar de forma sucinta a produção contemporânea de artes plásticas com o que vemos nos principais museus do mundo destinados aos grandes mestres, diria que esse ofício hoje é menos sobre uma habilidade estética e mais sobre um discurso, uma ética. O que parece estar em jogo para quem produz não é simplesmente um domínio de técnicas, mas o desejo de que a obra (que cada vez mais deixa de ser objeto e passa a ser experiência) impacte e seja impactada política e socialmente; que seja engajada, mas numa chave diferente de engajamento sartreano – que seja sim um corpo vivo, além da própria instância do artista, atuando ativamente no mundo.

“Incerteza viva”, tema da 32a. Bienal, aberta ontem em São Paulo, reforça essa modesta reflexão em termos práticos. Percorrer seus amplos pavilhões como eu na manhã de hoje, é a chance de entrar em contato com modos de pensar, pesquisas e discursos que nos ajudam a rever diversas posições que ocupamos.

Da mitologia indígena tão bem traduzida no trabalho de Bené Fonteles ao impacto das peças de Krajcberg sobre questões ambientais. Do pictórico, que agora se recombina com escultura, como nos surpreendentes painéis de papel machê em ampla escala de Erika Verzutti, ou somando-se a elementos decorativos como na sala destinada ao jamaicano Ebony G. Patersson, independente de técnica ou suporte, o que movimenta-se são narrativas ou banalizadas ou excluídas, que ressignificadas nestes objetos, ocupam com sua presença a memória e a máquina de pensar de quem as observa.

krajceberg

Obra de Franz Krajcberg

erika-verzutti

Painel de Erika Verzutti

ebony-g

Painel da jamaicana Ebony G. Patterson

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: