Livro do mês, “O céu que nos protege”, de Paul Bowles

bowles-imagem

Na encruzilhada do pós-guerra, é difícil ainda acreditar que a civilização europeia seja capaz de recuperar sua própria humanidade. O modelo norte-americano, que surge como seu substituto, tampouco se mostra capaz de cuidar de modo equânime dos homens, com sua sanha por lucro e progresso incessante. Para para onde ir, em que acreditar, onde é possível inventar outra realidade? Stefan Zweig vem para o Brasil, Paul Bowles faz do norte da África sua casa. Port e Kit, os protagonistas de seu O céu que nos protege, livro deste mês do Clube do Livro, irão se lançar com seus corpos e mentes nessa aventura exótica, em que o choque de culturas é hostil, violento, atingindo os viajantes de Bowles que, como o autor, escolheram não mais retornar.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: