A arte da rivalidade

aartedarivalidade

É feito de fricção o trabalho artístico. Comparações, mestres que apontam caminhos e então são desprezados; parceiros de geração que nascem como amigos e tornam-se inimigos. Admirações perenes, emoções violentas que habitam o ofício da arte; relações que, como o espelho de Dorian Gray, aprisionam por vaidades nunca sublimadas. Essa é matéria do excelente “A arte da rivalidade”, do crítico Sebastian Smee, de que tratei no Clube do Livro de hoje. A história de quatro relações afetivas entre alguns dos maiores gigantes da arte moderna.

Anúncios

Uma resposta para “A arte da rivalidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: