Arquivo da tag: Stoner

“Stoner”, de John Williams, leitura incontornável

stonerO que há de mais primoroso na prosa de John Williams, autor deste Stoner, livro de férias do Clube do Livro, é sua capacidade de, lentamente, por meio de um trabalho minucioso de construção literária, revelar o aprofundamento da vida de seu protagonista – as diversas camadas de seus interesses, paixões e decepções. Oriundo de uma humilde família de pequenos proprietários rurais no Missouri, William Stoner chega à universidade em 1910, para cursar Ciências Agrárias, com o objetivo de se preparar para auxiliar seus pais. O rompimento dessa trajetória esperada, seduzido pela paixão literária e o incentivo de um professor-mentor, é o momento central nessa vida que será deslindada magistralmente pela prosa de John Williams. Página a página, acompanhamos o desenrolar de sua carreira acadêmica e de sua vida pessoal, e a partir dessas relações, tão próximas a qualquer um de nós – colegas, superiores, estruturas burocráticas, pais, filhos –, algo de assombroso vai se revelando: uma percepção profunda sobre o arco da existência, dos limites da vontade e do temperamento, do enfrentamento entre o homem e o mundo. É difícil dizer mais – e eu, imprudente, digo mais no Clube do Livro de hoje – sem ter que recorrer a trechos da obra, mais adequados do que a capacidade de analisá-la. Então encerremos assim, com uma passagem, que, espero, sirva de porta para uma leitura mais prolongada:

“Os colegas de Stoner, que não o tinham em grande estima quando vivo, quase nunca falam dele agora; para os mais velhos, o seu nome é um lembrete do fim que aguarda a todos, e para os mais jovens é só um som que não evoca nenhuma sensação do passado e nenhuma imagem específica na qual eles consigam se reconhecer ou à qual possam associar suas carreiras (…)”